Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

25.05.14

Invasão espanhola

aquimetem, Falar disto e daquilo

          Lisboa este ultimo fim de semana foi espanhola e vibrou com a alegria que os nossos vizinhos espalharam por tudo quanto é canto da cidade. O alvo era o Estádio da Luz, onde às 19:45h o Real e a Atlético de Madrid se iam defrontar para a final da Liga Milionária.  Milhares de adeptos de ambas as equipas vieram de toda a Espanha, por certo seguros que a Taça ia para Madrid e que também uma formação ia ser derrotada.  

Um tinha que ganhar. Foi o Real que esteve a perder por 0-1 até aos 93m. Só no prolongamento virou o resultado para 4-1. Era sábado e como tal uma visita ao Santuário de Nossa Senhora da Luz, fica bem num dia desses; e porque no mês de Maio, uma "romaria" ainda melhor. Isto para dizer que também o Largo da Luz se disponibilizou franqueando o seu espaço aos comerciantes de restauração ambulante e de bandeiras e cachecóis desportivos. 

          Terminada a " Romaria" vim apanhar o Metro ao C. Militar/Luz, e perante o mar de gente nunca visto, entre o Colombo e o Estádio da Luz. puxei da máquina e vai de fotografar. Só visto porque contado não mostra nada. Mas importa dizer que são duas grandes equipes, e duas grandes campeãs. O Real Madrid fundado a 06 de Março de 1902, pelos irmãos Juan Padrós e Carlos Padrós, com o titulo de Madrid Foot-Ball, viria depois, em 1920, a receber a dignidade de Real, que lhe foi atribuída pelo Rei Afonso XIII. Participa na 1ª Divisão da Espanha desde que esta foi criada em 1929.

         Fundado com o nome de Athletic Club de Madrid por estudantes bascos afectos ao Athletic Bilbao, deixou de ser uma  filial deste, em 1921, para  se  tornar no popular clube madrileno, e rival do seu aristocrático vizinho.

O vídeo mostra um pouco do que foi a invasão espanhola

08.09.13

Não há crise de fieis

aquimetem, Falar disto e daquilo

Fonte do Machado, em 7/9/13

          Conta Frei. Agostinho de Santa Maria que  "Alguns annos antes do de 1463. foy cativo em Africa hum venturoso homem, chamado Pedro Martins, que sendo natural de Carnide, termo de Lisboa", muito devoto de Nossa Senhora a Ela recorreu para se libertar do cativeiro e poder regressar à sua terra; o que sucedeu, mas com este maternal recado:  "Filho, consolate que eu te livrarei deste cativeiro, com tanto, que vendote em tua liberdade, me faças no lugar de Carnide, em que nasceste, sobre a fonte do Machado huma Ermida, conforme tuas posses, da invocaçaõ da Senhora da Luz, por ser este titulo o que mais comigo simboliza, & de que meu Filho mais se agrada, na qual ha de ser meu nome glorificado, honrado....". Foi sobre as ruínas dessa humilde ermida que a fé e a devoção mariana ergueu o famoso Santuário de Nossa Senhora da Luz; este, a comemorar os seus 550 anos. Em 1463, deu-se o início ao culto da Nossa Senhora da Luz e, no ano seguinte, começou a realizar-se a romaria no final do verão, em Setembro, no termo das colheitas agrícolas.

          No sábado, dia 7, véspera na Natividade de Nossa Senhora, e no dia em que o Papa Francisco convocou um dia de jejum e vigília de oração universal pela paz na Síria, a paroquia de São Lourenço de Carnide associou-se de forma singular e festiva ao apelo do Santo Padre, com uma procissão de velas que formou com a imagem da Senhora da Luz junto à nascente da histórica Fonte do Machado. Agradecidos  como Pedro Martins, felicitando a Mãe do Salvador, no dia do Seu aniversário natalício, peçamos a graça de à Sua semelhança, colaborarmos, generosamente, na salvação do mundo.

           A par da ermida, surge entretanto a Feira da Luz que foi das mais famosas dos subúrbios de Lisboa. "A Feira da Luz, em Carnide, Lisboa, é das poucas no País com mais de quinhentos anos de história. De 4 a 26 de Setembro, milhares de pessoas vão encontrar todo o tipo de produtos nas várias bancadas existentes, sem esquecer o cariz religioso da feira". - Lê-se no Correio da Manhã, deste domingo.

 

 Como é tradição os Bombeiros da Pontinha são quem nestas celebrações festivas afectas a Nossa Senhora da Luz gozam de privilegio especial e assim foi no Sábado quando após retirada a imagem de junto à fonte a colocaram na viatura que acompanhou a procissão.

 

 

           E já com a volta dada ao redor da feira, também muito partilhada por inúmeros feirantes, a Procissão aproxima-se do adro onde aos ombros dos Soldados da Paz entra na igreja (Santuário) da Luz. E como no inicio junto à fonte, também no fim o pároco, Frei José António, falou com entusiasmo da devoção mariana e da historia e culto da Senhora da Luz.

 

           Com uma igreja apinhada de fieis a Procissão culminou com a missa vespertina, por volta das 22:15h. Não há crise de fieis, há quando muito carência de formação doutrinal.

12.12.12

O Confiar em Deus

aquimetem, Falar disto e daquilo

          Às quartas-feiras é costume haver missa na igreja de São Lourenço, entre outros motivos  deve estar o dever de prestar assistência espiritual aos utentes do Centro Dia que ali funciona aos cuidados da Paróquia de Carnide. Costuma ser às 15:00h e por norma muito participada

          Não sou habitual nesta eucaristia, que também pela hora é mais apropriada para quem de facto mora perto e tem devoção e o tempo da tarde disponível. Fui lá hoje e pela primeira vez cumprimentei o pároco Sr. Padre José António, por quem tenho muita admiração, desde que veio substituir o Sr. Padre Jorge.

 

          O Sacramento da Unção dos Enfermos dantes era chamado de extrema-unção dos Enfermos; trocou de nome pois muitos fieis vinham a caracterizá-lo como o "sacramento da morte", o que  não corresponde à realidade. Inúmeros são os cristãos que já receberam o Sacramento da Unção dos Enfermos por mais do que uma vez e estão vivos até hoje. Não devemos portanto rotular o Sacramento da Unção dos Enfermos como sinal de morte próxima, mas sim um Sacramento que podemos receber mais de uma vez quando passamos por doenças graves que necessitam de cuidados. Foi este o motivo que hoje me levou à Qta. de São Lourenço acompanhado de uma pessoa que me é  muito querida e que na próxima semana vai ser submetida a uma intervenção cirúrgica, e entendeu pedir à Igreja a administração deste Sacramento em que o sacerdote entrega os doentes aos cuidados do Senhor sofredor e glorificado para que os alivie e salve. A igreja de São Lourenço, há muitos anos que não é a sede paroquial, que funciona no igreja da Luz, daí o pároco ao lhe ser feito o pedido tenha colocado a hipótese de o não poder fazer pois não tinha a certeza se haveria ali os santos óleos para o poder fazer. Mas afinal tinha, e disso avisou no inicio da celebração, convidando-nos para ficar nos bancos da frente. No momento oportuno chamou a penitente para lhe administrar esse Santo Sacramento e o curioso é que  logo mais duas senhoras ali presentes se levantaram e pedem para também o receber. Dá outra segurança aos fieis, nestas condições, o confiar em Deus

25.11.12

Combater a Crise

aquimetem, Falar disto e daquilo

          Na passada quinta-feira, dia 22, fui ao HSM visitar um amigo que uma alergia para ali atirou com ele. Embora seja também o hospital da minha área e de vez enquanto ali vá fazer as revisões de rotina, o seu tamanho impede-me de poder memorizar todos os departamentos e serviços de que dispõe. Sozinho era difícil dar com o serviço. Mas agora se voltar a precisar de ir a Dermatologia, já sei que não se entra pela porta principal, mas antes pelo Serviço de Psiquiatria, e ali apanha-se o elevador de acesso. Obra concebida pelo alemão Herman Distel, em 1938, a sua construção teve inicio em 1940, sendo inaugurada a 27 de Abril de 1953. Na altura foi considerada uma das maiores obras do Estado Português (Estado Novo).

         Feita a visita passei pela Av. Marechal Teixeira Rebelo para dar uma olhadela pelo exterior do Teatro Armando Cortez e Casa do Artista, dois imóveis no memo quarteirão que a par do HL, do Colombo e da Quinta do Bom Nome dão de Carnide uma imagem de modernidade a contrastar com o seu património histórico que tem na igreja de São Lourenço, Sanitário de Luz, Colégio Militar e Largo do Coreto alguns dos principais factores.

        Paralelo ao Teatro vê-se o muro da quinta de São Lourenço, onde fica a igreja e o Centro Paroquial de Carnide, cuja entrada é pela Rua  Estrada da Correia, que cruza aqui com a Av. Marechal Teixeira Rebelo.

        

           Mas é de Carnide Velho que mais me apetece falar hoje,  porque já estou enojado de ver  os fura buracos desta cidade alfacinha a abrir e a tapar o que foram uns pequenos reservatórios ou silos encontrados no largo do Coreto; e que  uns senhores, armados no posso, quero e mando, teimam em manter toda essa zona histórica num verdadeiro caos.

.

           Zona turística que vive da restauração é neste estado que Carnide Histórico recebe os seus clientes e acolhe os seus moradores. Isto já lá vai quase um ano! E ninguém se queixa ou processa esta cambada. Ou a Junta não tem culpa ou não é a mesma da Quinta do Bom Nome...

 

          Vamos a ver o que vai sair destes sacos, mas que não é  material para pagar os prejuízos aos comerciantes ou beneficiar as paredes dos prédios à volta pela certa que não.

 

           Vamos  a concluir os trabalhos de rua que o ano de  eleições ainda está atrasado, e a industria de restauração tem pressa no combater a crise.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D