Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

22.08.14

D. Maria Helena Trigo

aquimetem, Falar disto e daquilo

          Faleceu esta distinta senhora que passou a vida a fazer bem, e que como Assistente Social deixou rasto nos locais de trabalho  por onde passou, formando e orientando centenas de jovens alunas que a tiveram por mestra e amiga confidente. Conheci-a de perto e com ela assisti às comemorações das Bodas de Ouro da Escola Social Rural de Leiria, que em 2007 foram festejadas na cidade do Lis. A propósito desse evento escrevi então, em post de 28 de Junho, no meu blog Ao Sabor do Tempo:

          "Para garantir uma formação de base mais sólida, o Curso era repartido por três grandes áreas, a saber: Cultura Geral: Português, História de Portugal, Noções Elementares de Psicologia, Pedagogia, Serviço Social, Noções Elementares de Arte, Economia Doméstica e Civilidade. Artes Domésticas: Limpeza e Arranjo Doméstico, Costura, Bordados, Tecelagem, Culinária, Noções de Enfermagem e Puericultura. Esta componente de formação incluía actividades práticas desenvolvidas na escola, através da constituição de equipas de trabalho que garantiam os cuidados necessários à boa ordem e manutenção dos espaços onde as alunas residiam e estudavam. Noções de Agro-Pecuária: Agricultura, Jardinagem, Criação de Aves e de outros animais eram também ensinadas com o objectivo não só de proporcionar o conhecimento destas actividades características do mundo rural, mas também, através da vertente prática, de garantir que se davam às alunas, maioritariamente oriundas desse meio, os conhecimentos necessários para poderem, uma vez regressadas aos seus locais de origem, ser elas próprias factores de desenvolvimento local".- Dessa escola foi Directora desde 22 de Dez. de 1958 a Dez. de 1962 e de 18 de Outubro de 1964 a 9 de Outubro de 1968, D.Maria Helena Costa Trigo.

 

 D.Maria Helena Costa Trigo

           A Missa do 7ºDia que hoje ocorreu, às 12h10, na igreja de São João de Deus, em Lisboa, foi uma demonstração desse afecto com que a D. Maria Helena era presença na consideração das suas agradecidas amigas, muitas  que ajudou a ser verdadeiras mulheres, esposas e mães. Lá encontrei de Leiria, a Lina; e de Lisboa, a Maria dos Anjos, e eu, em representação da Saudade, alunas que foram da Escola Social e Rural de Leiria, e tiveram por formadora a D. Maria Helena

09.05.07

Um beijinho para ti, Madeleine MacCann !

aquimetem, Falar disto e daquilo

Maddie

          Portugal que há umas três décadas atrás era o país mais seguro e acreditado do mundo, onde personalidades como os progenitores do actual Rei de Espanha e outros, como um Rei Humberto de Itália escolheram para não serem incomodados pelos democratas que temos vindo a ver de que tipo são, é hoje a vergonha da Europa para não dizer do mundo. Isto em relação ao crime organizado e quase que permitido como agora com o caso da Praia da Luz se tem revelado.

          Para chegar a esta conclusão basta ter em atenção a reportagem que a TVI deu agora, no noticiário das 13h00, pois  ficarmos a par da segurança que temos e estes governantes nos garante. Aeródromos particulares sem controle aéreo, picadas com  ligação ao mar,  por onde circula a droga e tudo mais que é clandestino, são agora novidades que convêm divulgar.  Por alguma razão o Governo de Sua Majestade, não confiando demasiado no modelo policial que temos optou por mandar para Portugal polícia de sua confiança ajudar na pesquisa do paradeiro duma sua súbdita, que desapareceu em território  dum  país que já foi dos mais seguros do mundo. Tudo  para vergonha nossa, e infortúnio da Maddie e seus dilectos pais.

          A cadeia é pouco para criminosos desta natureza, mas quem os defende, ainda merecia mais... Onde quer que estejas um beijinho para ti, Madeleine MacCann! 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D