Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

11.10.18

Fotos de Antóno Brito, no jardim interior do Hospital da Luz

aquimetem, Falar disto e daquilo

DSC01100.JPG

No jardim interior do Hospital da Luz, em Lisboa, pode ser apreciada uma exposição de fotografias intitulada “Em Busca da Harmonia e da Beleza na Decomposição” de 1 a 19 do corrente mês de Outubro, que tem por autor António Brito. Ao que soube a exposição surge graças a uma selecção de fotos de sua autoria já publicados nas redes sociais e nos grupos internacionais “RUST ART”, “RUSTED ART”, “RUST AVANT GARDE”, “DECADANT AVANT-GARDE ARTITALIA” e “RUSTI-ROUILLE-RUGGINE, MIMIMAL”.

DSC01086.JPG

Fui lá esta 6ª-feira, dia 12, e gostei de ver. Embora não seja conhecedor deste ramo de saber, sei apreciar a arte daqueles que a sabem executar.Trata-se de um trabalho de pesquisa muito interessante, onde o autor vai ao pormenor e realça em tipo macro pequenas superfícies metálicas em processo de alteração provocados por corrosão e oxidação. É digna de ser visitada pois também nos dá ocasião de ver fotos de texturas em madeira em que o tempo deixou a sua marca. Como diz António Brito trata-se também de um trabalho “poético no de ser transgressor no momento da criação. As fotografias resultam de uma objectividade do “mundo visível” e a possibilidade de criar abstracções a partir dele”. Façam como eu, passem por lá porque além da excelente Exposição Fotográfica, o passeio é convidativo e muito cultural. 

22.09.18

FEIRA DA LUZ

aquimetem, Falar disto e daquilo

L08zbS8tME0zWnJTbS9nd0NhWHdiYndsL1VobGJoaXNQd2xoWH

Tenho que dar os parabéns  à Junta de Freguesia de Carnide (Lisboa) que uma vez mais primou no apoio às festas em honra de Nossa Senhora da Luz que ao longo de todo o mês de Setembro é tradição decorrerem anualmente.

DSC00974.JPG

Sempre com eventos novos este ano além do mais teve a GNR com seus cavalos a promover o gosto de cavalgar às crianças que por ali apareciam dispostas a fazer a sua experiência. Gostei de ver e o meu netinho de fazer a sua experiência. 

DSC00978.JPG

Não fora hoje, e a convite da minha filha, lá ficava sem visitar tão famoso certame que já foi dos mais importantes da capital e que encerra no último domingo de Setembro com a participada procissão de Nossa Senhora da Luz. Este ano calha precisamente no dia 30. Só que por motivos mais fortes de 24 a 30 deste preciso mês vou estar na capital do norte de Portugal que dizem ser a  Invicta Cidade.

DSC00963.JPG

Claro que para mim ir à Feira da Luz impõe fazer uma visita à igreja-santuário da Luz, ali fronteira ao Jardim do Marechal Teixeira Rebelo, um transmontano de Santa Marta de Penaguião, que foi o fundador do Colégio Militar. É precisamente nesse espaço que a feira decorre e se vende de tudo, menos gado como dantes acontecia. A primeira foto que tirei foi à Fonte do Machado; nesta, está a origem do santuário de Nossa Senhora da Luz.

DSC00968.JPG

Já no interior da igreja captei uma foto da imagem de Nossa Senhora que se diz ser a originária que figurou na primitiva ermida. Depois foi a visita pela feira e também comer uma “fartura” e um cafezinho pois nem só de visitas vive o viajante.

DSC00976.JPG

DSC00971.JPG

 E dar uma saltada a ver os cavalos num espaço rural onde já em tempos foi ver um circo ali montado. Está tudo transformado, para melhor

19.10.17

As queixas não são só minhas

aquimetem, Falar disto e daquilo

DSC00904.JPG

Não sei se a Carris já passou ou não para a administração municipal de Lisboa, mas sei que Carnide tem uma Junta de Freguesia empenhada na defesa dos seus fregueses e esse é o assunto que quero expor e que mais importa. Hoje, 19 de Outubro, precisei de me deslocar a Benfica, Av. Grão Vasco, com hora marcada para as 10h30. Eram 09h55 e lá estava eu na paragem do 729 - junto ao Metro, lado norte - a fim de nele me transportar, pois consta nos horários afixados em placar que de 18  em 18 minutos circula um autocarro. Acreditei. Vai de esperar, esperar,  e só às 11h00, é que apareceu um 729 ! Vergonha, para quem prometeu retirar aos privados para melhorar os transportes públicos. Perante isto e para evitar repetições destas, informo e recorro ao dinamismo do Sr. Presidente da Junta de Freguesia, Fábio Sousa para que interceda junto de quem de direito no sentido de cuidar melhor os utentes  da carreira 729, e dota-la com placares electrónicos onde conste a chegada do autocarro, por forma a melhor orientar e bem servir quem paga como os demais que gozam dessa benesse informativa. Não esquecer que é a única carreira que liga o "bairro da policia de Carnide" com a estação da CP de Benfica e a zona Ocidental de Lisboa. As queixas não são só minhas

02.10.16

Dois de Outubro

aquimetem, Falar disto e daquilo

 

DSCN0003.JPG

Uma foto tirada em dia dos Santos Anjos da Guarda, 2 de Outubro,  da janela do espaço onde dou corpo aos meus arrazoados. Com objectiva mais abrangente.

 

28.08.16

Água para refrescar....

aquimetem, Falar disto e daquilo

IMG_6841.JPG
Este domingo, a meio da tarde, tive uma surpresa à entrada da porta, melhor dito, à saída, pois foi quando me preparava para ir à rua que dei com um daqueles repuxos provocados por um arrebentamento da conduta de água da EPAL que serve os prédios da zona, e me fez suspender o que tinha programado fazer.

IMG_6835 (2).JPG
Foi mais de ¾ de hora a ver correr o precioso liquido até que aparecesse quem pusesse fim ao desperdício e desse inicio ao conserto dos danos que dali resultaram.

 Foi uma fartura de água que refrescou a rua e por certo danificou também as estruturas dos prédio onde arrebentou a conduta. Mas tudo bem é da EPAL

IMG_6846 (2).JPG

 A seu tempo chegou a equipa de trabalho, cortou a água e iniciou a reparação.

IMG_6847.JPG

 Á hora de juntar já havia água nas torneiras, esperamos que não volte a estragar um domingo, como foi este em que também o Sporting tramou o Dragão. Haja bom humor, e água para refrescar....

 

08.08.16

A propósito de um parqueamento

aquimetem, Falar disto e daquilo

nsdascandeias 003.JPG

 A propósito de um parqueamento na Estrada do Poço do Chão, junto à Quinta do Bom Nome. Antes do casamento do PS com o PCP, a Junta de Freguesia de Carnide distinguiu-se como autarquia independente, autónoma e apostada no bem servir os visitantes que visitam este sedutor bairro da preferia alfacinha, onde impera o Colombo, a Casa do Artista, o Teatro Armando Cortez, e o Santuário da Luz atrai centenas de devotos. A IMEL que tem por função caçar dinheiro aos cidadãos, por vezes descaradamente, tinha em Carnide um espaço que sob responsabilidade da Junta não podia actuar, e dava muito jeito a quem por pouco tempo vinha visitar familiares ou amigos. Além disso servia quem estuda numa Universidade aqui ao lado que todos nós sabemos dá jeito a quem ali estuda e muitas vezes o dinheiro escasseia para pagar o estacionamento diário. Não contava com esta, que quanto a mim é fruto do casamento PCP com o PS. Caso assim não fosse a Junta de Freguesia de Carnide continuaria a ser defensora dos seus ideais e do bem servir os seus concidadãos.  

06.05.16

É isto a nossa “Romaria”.

aquimetem, Falar disto e daquilo

 

IMG_6392 (2).JPG

Para dar cumprimento à proposta que depois da primeira visita ao Santuário de Sonsoles, em terras de Ávila, fez São Josemaria Escrivá, em 1935, também hoje fui fazer uma romaria ao santuário de Nossa Senhora da Luz, em Carnide-Lisboa. Propôs o fundador do Opus Dei, que todos os fieis da Prelatura, em “sinal de amor a Nossa Senhora, fizessem anualmente, no mês de Maio, uma romaria a uma santuário ou a um lugar onde se honre uma imagem de Santa Maria. E desde então, esse costume divulgou-se também junto de tantas pessoas que tomaram conhecimento da sua mensagem”.

15158646_eKIhU.jpg

Embora ficasse radiante perante as manifestações multitudinárias de amor a Nossa Senhora, mas pessoalmente tinha predilecção pela romaria feita individualmente ou em grupos reduzidos, de duas ou três pessoas. Dizia: “Respeito e estimo outras manifestações publicas e de piedade, mas, pessoalmente, profiro tentar oferecer a Maria o mesmo carinho e o mesmo entusiasmo por meio de visitas pessoais, ou em pequenos grupos, com intimidade”. Constam de três terços: um na ida; o terço do dia, no santuário; e outro terço, no regresso. É isto a nossa “Romaria”.

IMG_6391 (2).JPG

Assim fiz esta sexta-feira e com outro amigo lá fomos até este santuário mariano, que fazendo de sede da paróquia de São Lourenço de Carnide, tem no Sr. Padre Frei José António um dedicado e dinâmico zelador.

 

 

 

06.12.13

Chazinho de lúcia-lima....

aquimetem, Falar disto e daquilo

          O meu dia de aniversário é o de São Nicolau, 06 de Dezembro. Na nossa vida, bodas de diamante, quando acontecem, é só uma vez. Foi por isso que optei passar o dia no sossego da minha casa, vizinha da Quinta do Bom Nome, e na intimidade familiar deixar os 75 em crescente....

           Sem grandes folias, pese, além do evento, a quadra festiva que já mexe e São Nicolau aponta - mas em direcção ao presépio - um almoço melhorado, com a presença do netinho Álvaro, valeu bem mais que qualquer almoço em restaurante afamado. E mais valeu, ainda, pela visita que tive de uma dilecta conterrânea, a D. Gravelina Ferreira, aqui com 88 anos e uma cara mais lisinha do que a de muitas jovens, hoje, com 20.  

          Um dia de cavaqueira bem passado, que encerrou com os "parabéns a você", um chazinho de Lúcia-lima e o mais que se pôs na mesa.

29.10.13

Espectaculo fluvial

aquimetem, Falar disto e daquilo

           É sempre, assim! Quando as primeiras chuvas caiem com mais abundância, a Estrada do Poço do Chão transforma-se num verdadeiro lençol de agua, a condizer com o topónimo que por certo não lhe queria atribuir esse significado, mas sim, o de poço para rega, e fonte para saciar quem dantes circulava naquela antiga via que ligava Benfica a Carnide. Que ligava, disse eu, porque desde que abriram a Av. dos Condes de Carnide, cortaram-na  a meio e lá se foi a histórica Estrada do Poço do Chão, mais a Quinta do Bom Nome! Hoje o troço que ficou para sustentar o topónimo é mais um espaço ao dispor da EMEL para caçar euros aos contribuintes do que via de circulação. Destinado a residentes do bairro, este parque situado ao fundo do dito troço da via, sempre que as tais enxurradas aparecem, transforma-se em lago e banheira das viaturas ali estacionadas, com os consequentes aborrecimentos e prejuízos que daí resultam para as pessoas lesadas.  

  

           E tudo, porque o único ralo, ou sarjeta, existente para escoamento das águas fluviais, se entope com os detritos arrastados e acumulados ali, impedindo a circulação das águas e dos utentes do parque. Bastava apenas um pouco mais de atenção por parte de quem é responsável pala limpeza e conservação das vias urbanas da cidade, como fosse ao aproximar da época das primeiras chuvas de Primavera  e Outono ter estes sítios mais críticos devidamente limpos. Ou então não fazer asneiras como esta da Estrada do Poço do Chão. Grandes  mestres de engenharia!

 
 
          O vídeo dá uma imagem mais aproximada do espectáculo fluvial em causa, mas não na sua real dimensão.
08.09.13

Não há crise de fieis

aquimetem, Falar disto e daquilo

Fonte do Machado, em 7/9/13

          Conta Frei. Agostinho de Santa Maria que  "Alguns annos antes do de 1463. foy cativo em Africa hum venturoso homem, chamado Pedro Martins, que sendo natural de Carnide, termo de Lisboa", muito devoto de Nossa Senhora a Ela recorreu para se libertar do cativeiro e poder regressar à sua terra; o que sucedeu, mas com este maternal recado:  "Filho, consolate que eu te livrarei deste cativeiro, com tanto, que vendote em tua liberdade, me faças no lugar de Carnide, em que nasceste, sobre a fonte do Machado huma Ermida, conforme tuas posses, da invocaçaõ da Senhora da Luz, por ser este titulo o que mais comigo simboliza, & de que meu Filho mais se agrada, na qual ha de ser meu nome glorificado, honrado....". Foi sobre as ruínas dessa humilde ermida que a fé e a devoção mariana ergueu o famoso Santuário de Nossa Senhora da Luz; este, a comemorar os seus 550 anos. Em 1463, deu-se o início ao culto da Nossa Senhora da Luz e, no ano seguinte, começou a realizar-se a romaria no final do verão, em Setembro, no termo das colheitas agrícolas.

          No sábado, dia 7, véspera na Natividade de Nossa Senhora, e no dia em que o Papa Francisco convocou um dia de jejum e vigília de oração universal pela paz na Síria, a paroquia de São Lourenço de Carnide associou-se de forma singular e festiva ao apelo do Santo Padre, com uma procissão de velas que formou com a imagem da Senhora da Luz junto à nascente da histórica Fonte do Machado. Agradecidos  como Pedro Martins, felicitando a Mãe do Salvador, no dia do Seu aniversário natalício, peçamos a graça de à Sua semelhança, colaborarmos, generosamente, na salvação do mundo.

           A par da ermida, surge entretanto a Feira da Luz que foi das mais famosas dos subúrbios de Lisboa. "A Feira da Luz, em Carnide, Lisboa, é das poucas no País com mais de quinhentos anos de história. De 4 a 26 de Setembro, milhares de pessoas vão encontrar todo o tipo de produtos nas várias bancadas existentes, sem esquecer o cariz religioso da feira". - Lê-se no Correio da Manhã, deste domingo.

 

 Como é tradição os Bombeiros da Pontinha são quem nestas celebrações festivas afectas a Nossa Senhora da Luz gozam de privilegio especial e assim foi no Sábado quando após retirada a imagem de junto à fonte a colocaram na viatura que acompanhou a procissão.

 

 

           E já com a volta dada ao redor da feira, também muito partilhada por inúmeros feirantes, a Procissão aproxima-se do adro onde aos ombros dos Soldados da Paz entra na igreja (Santuário) da Luz. E como no inicio junto à fonte, também no fim o pároco, Frei José António, falou com entusiasmo da devoção mariana e da historia e culto da Senhora da Luz.

 

           Com uma igreja apinhada de fieis a Procissão culminou com a missa vespertina, por volta das 22:15h. Não há crise de fieis, há quando muito carência de formação doutrinal.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D