Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

13.04.13

Os amigos todos

aquimetem, Falar disto e daquilo

          No passado dia 12 de Outubro, dizia eu: "Desta vez faltou o Tomé, mas além de mim, as OGME continuaram ali bem representadas pelo belenense Fernando Pinto. O Pinto que foi meu amigo e camarada de trabalho, assim como mais outro dos participantes neste jantar - convívio que não foi do meu tempo e cujo nome não registei.Este cedo imigrou para a África do Sul, donde já regressou reformado. Tudo gente com sentimentos e valores que as gerações vindouras devem cultivar". Uns por um motivo, outros por outro, a vez chega a todos, e ontem, 12 de Abril, calhou-me a mim. Faltei. Já pedi desculpa, e se entretanto não houver nada de maior que o impeça, no próximo dia 25 de Outubro lá estarei no jantar - convívio que duas vezes por ano os ex-alunos da antiga Escola Primária Masculina, nº 61 do Altinho (Belém - Lisboa) costumam organizar.

          Para isso apenas aguardo que do Funchal venha o convite e a companhia amiga do distinto jurisconsulto M.Pegado, que da Madeira vem sempre propositadamente juntar-se aos seus antigos colegas de carteira. "Um bom exemplo para a juventude de hoje seguir e assim valorizar a pratica da fraternidade, dentro e fora do ambiente escolar. Virtude que também nunca tanto como hoje a sua falta se notou, na escola e no trabalho. Parabéns "juventude" belenense dos tempos do Matateu e do Ferrador do Altinho". Faltei nesta, mas vou procurar não faltar no próximo 25 de Outubro. E quero lá ver os amigos todos.

14.12.07

o Tratado de Lisboa

aquimetem, Falar disto e daquilo

            Por incrível que pareça ignorei até que o "Metro" de hoje me desse alguma informação acerca do que  ontem se passou em Lisboa à volta da cerimónia de assinatura do "Tratado Europeu" que decorreu nos claustros dos Jerónimos. Estou-me habituar a não perder tempo com espectáculos de fachada política, onde em vez de ser nós os espectadores, são os "artistas"  a fazer de nós palhaços. E como tenho pelos profissionais de circo e teatro muita admiração, não quero criar confusões.

Jerónimos

            Percebi agora o motivo pelo qual o nosso primeiro-ministro anda sempre com a tacha arreganhada: treino para  durante uma hora aguentar de pé e a rir, dando apertos de mão aos membros de 27 nações da União Europeia. Que mais tem ele para dar? Que ao menos seja homem de palavra e respeite a promessa eleitoral de realizar um referendo ao Tratado como até a própria Juventude Socialista recorda e pede.

Claustros dos Jerónimos

            O último a receber o sorrisinho e saudação à Sócrates foi Sarkozy, e quem nem tão pouco esteve para isso, foi o Reino Unido, que apenas mandou a Lisboa, o ministro do negócios estrangeiros. Mas, tudo bem. Agora  imagino a imponência e  o espectáculo que deve ter sido, no fim da assinatura, aquela viagem de eléctrico desde os Jerónimos até ao Museu dos Coches, onde decorreu o almoço! Que pena eu já não morar em Belém, para poder observar! Como eu teria apreciado ver, lado a lado, o nosso primeiro-ministro como que atrelado à chanceler alemã, Angela Merkel, que lhe calhou na rifa !!!   

Museu dos Coches

             Não sei o que foi a ementa, nem quem a escolheu, mas o lugar foi bem escolhido. O Museu dos Coches, antes da Republica foi o "Picadeiro Real do Palácio de Belém", obra do arquitecto italiano Giacomo Azzolini, de 1726. Escolheram bem, talvez pelo cheiro...

Quiosque de Belém

            Bons tempos quando na esplanada, em frente ao Museu dos Coches, eu gastava horas a devorar leitura e cigarros. Mas tudo tem fim, até o que não tem fim que preste: o Tratado de Lisboa.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D