Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

10.03.13

Cozinhado na Bajouca e à Bajouca

aquimetem, Falar disto e daquilo

 

          Com o objectivo de fazer uma visita à ti Saudade, dois casais amigos arrancaram da capital do barro leiriense e aí vem eles largados e carregados parar a São Lourenço de Carnide para almoçar o galo caseiro que a Madalena criou e com a colaboração da Bela foi confeccionado por forma ainda quentinho chegar aonde foi devorado. São assim os bajouquenses sempre disponiveis e amáveis para com os conterrâneos mais carecidos daquele conforto que nos momentos menos favoráveis escasseia em muitas almas. 

           Aqui o Paulo Ferreira e mais o Arménio Sarradela preparam-se para já bem almoçados ir tomar o seu cafezinho ao Caravela, em Carnide. A Bela e a Madalena ficaram a lavar a louça  para não darem trabalho à ti Saudade e poupar o seu marido

          Mas se têm duvidas quanto ao almoço e à veracidade do relato, vejam o tamanho das panelas e a animação dos convivas. Ah! As senhoras não beberam, que os homens vissem.  

          O Arménio e o Paulo já desistiram, só a Madalena, que o criou, se mantém teimosa... Também a Saudade deu descanso aos talheres, e a Bela nem se vê evaporou-se.

           Um passeio até ao Colombo é sempre agradável quando se tem vagar e vem de visita a Lisboa. Assim foi hoje com estes bajouquenses não de irem  por ir, mas porque havia encontro marcado com familiares do Paulo e da Bela para ali se encontrar. Um passeiozinho a pé, não pelo lado das hortas, mas pelo lado PSP serviu também para fazer a digestão

          Alem da cunhada o alvo era a Angelina que desejavam ver. E aqui a temos sorridente e com 12 mesinhos em cima, parabéns ao Miguel e à mãe da menina.

         O ponto de encontro em vez de ser no Armando Cortês (Teatro), foi no andar superior ao deste globo gigante do Colombo. E embora o espaço seja amplo, nem por isso é fácil localizar as pessoas. Tudo é muito  grande e com muita movimentação. Por isso não me perco muito nesse espaço alfacinha

 

           Depois de algum tempo de espera que deu para tirar fotos para recordação, o telemóvel tocou e temos Angelina algures no Centro

          Finalmente a Angelina chegou e após uma calorosa salva de beijinhos e colo de tios e amigos de coração foi subir ao andar da restauração, dois dedos de conversa e adeus que se faz tarde.  

  

           Cafezinho tomado, despedida feita agora há que regressar ao ponto de partida que fica afastado de Lisboa uns 155km, e ainda tem que se andar uns bons metros a pé para apanhar os utensílios que transportaram o almoço cozinhado na Bajouca e à Bajouca.

12.12.12

O Confiar em Deus

aquimetem, Falar disto e daquilo

          Às quartas-feiras é costume haver missa na igreja de São Lourenço, entre outros motivos  deve estar o dever de prestar assistência espiritual aos utentes do Centro Dia que ali funciona aos cuidados da Paróquia de Carnide. Costuma ser às 15:00h e por norma muito participada

          Não sou habitual nesta eucaristia, que também pela hora é mais apropriada para quem de facto mora perto e tem devoção e o tempo da tarde disponível. Fui lá hoje e pela primeira vez cumprimentei o pároco Sr. Padre José António, por quem tenho muita admiração, desde que veio substituir o Sr. Padre Jorge.

 

          O Sacramento da Unção dos Enfermos dantes era chamado de extrema-unção dos Enfermos; trocou de nome pois muitos fieis vinham a caracterizá-lo como o "sacramento da morte", o que  não corresponde à realidade. Inúmeros são os cristãos que já receberam o Sacramento da Unção dos Enfermos por mais do que uma vez e estão vivos até hoje. Não devemos portanto rotular o Sacramento da Unção dos Enfermos como sinal de morte próxima, mas sim um Sacramento que podemos receber mais de uma vez quando passamos por doenças graves que necessitam de cuidados. Foi este o motivo que hoje me levou à Qta. de São Lourenço acompanhado de uma pessoa que me é  muito querida e que na próxima semana vai ser submetida a uma intervenção cirúrgica, e entendeu pedir à Igreja a administração deste Sacramento em que o sacerdote entrega os doentes aos cuidados do Senhor sofredor e glorificado para que os alivie e salve. A igreja de São Lourenço, há muitos anos que não é a sede paroquial, que funciona no igreja da Luz, daí o pároco ao lhe ser feito o pedido tenha colocado a hipótese de o não poder fazer pois não tinha a certeza se haveria ali os santos óleos para o poder fazer. Mas afinal tinha, e disso avisou no inicio da celebração, convidando-nos para ficar nos bancos da frente. No momento oportuno chamou a penitente para lhe administrar esse Santo Sacramento e o curioso é que  logo mais duas senhoras ali presentes se levantaram e pedem para também o receber. Dá outra segurança aos fieis, nestas condições, o confiar em Deus

25.11.12

Combater a Crise

aquimetem, Falar disto e daquilo

          Na passada quinta-feira, dia 22, fui ao HSM visitar um amigo que uma alergia para ali atirou com ele. Embora seja também o hospital da minha área e de vez enquanto ali vá fazer as revisões de rotina, o seu tamanho impede-me de poder memorizar todos os departamentos e serviços de que dispõe. Sozinho era difícil dar com o serviço. Mas agora se voltar a precisar de ir a Dermatologia, já sei que não se entra pela porta principal, mas antes pelo Serviço de Psiquiatria, e ali apanha-se o elevador de acesso. Obra concebida pelo alemão Herman Distel, em 1938, a sua construção teve inicio em 1940, sendo inaugurada a 27 de Abril de 1953. Na altura foi considerada uma das maiores obras do Estado Português (Estado Novo).

         Feita a visita passei pela Av. Marechal Teixeira Rebelo para dar uma olhadela pelo exterior do Teatro Armando Cortez e Casa do Artista, dois imóveis no memo quarteirão que a par do HL, do Colombo e da Quinta do Bom Nome dão de Carnide uma imagem de modernidade a contrastar com o seu património histórico que tem na igreja de São Lourenço, Sanitário de Luz, Colégio Militar e Largo do Coreto alguns dos principais factores.

        Paralelo ao Teatro vê-se o muro da quinta de São Lourenço, onde fica a igreja e o Centro Paroquial de Carnide, cuja entrada é pela Rua  Estrada da Correia, que cruza aqui com a Av. Marechal Teixeira Rebelo.

        

           Mas é de Carnide Velho que mais me apetece falar hoje,  porque já estou enojado de ver  os fura buracos desta cidade alfacinha a abrir e a tapar o que foram uns pequenos reservatórios ou silos encontrados no largo do Coreto; e que  uns senhores, armados no posso, quero e mando, teimam em manter toda essa zona histórica num verdadeiro caos.

.

           Zona turística que vive da restauração é neste estado que Carnide Histórico recebe os seus clientes e acolhe os seus moradores. Isto já lá vai quase um ano! E ninguém se queixa ou processa esta cambada. Ou a Junta não tem culpa ou não é a mesma da Quinta do Bom Nome...

 

          Vamos a ver o que vai sair destes sacos, mas que não é  material para pagar os prejuízos aos comerciantes ou beneficiar as paredes dos prédios à volta pela certa que não.

 

           Vamos  a concluir os trabalhos de rua que o ano de  eleições ainda está atrasado, e a industria de restauração tem pressa no combater a crise.

10.05.07

património alfacinha

aquimetem, Falar disto e daquilo

          Os galifões aí andam já , como abutres! Arranjaram um Santana e um Carmona para servir de vítima e vai de tentar a sorte...  E não há quem ponha cobro nesta canalha que descaradamente anda a gozar com os Portugueses, agora mais em concreto com o povo de Lisboa. Cambada de chulos que nem trabalham  nem deixam trabalhar. E tudo em nome dos partidos que se dizem defender a democracia e os interesses do povo. A gastar milhões com eleições intercalares.

          Vamos deixa-los, à volta da carcaça... e  entretanto recordar que a freguesia de Santa Maria de Belém ao ser desanexada da de Nossa Senhora da Ajuda, em em 1833, se tornou passado pouco em  extenso e notável concelho que durou entre Setembro de 1852 e Junho de 1885, e do qual Alexandre Herculano foi o primeiro presidente. Dele faziam parte as freguesias de N.S. da Ajuda, Sta. Maria de Belém, parte das de Alcântara, Santa Isabel e São Sebastião da Pedreira, e ainda as freguesias de Nossa Senhora do Amparo de Benfica, São Lourenço de Carnide e o Menino Jesus de Odivelas. 

          Testemunhos desse passado histórico ainda há pouco os encontrei, ainda que mal cuidados como é timbre no património alfacinha.  

 

Na face norte do fontenário aqui em destaque, ainda  se pode ler:

 Câmara Municipal

de

Belem

1857

Fontenário

Carnide - Estrada da Correia, junto à igreja de São Lourenço 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D