Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

Portugal, minha terra.

<div align=center><a href='http://www.counter12.com'><img src='http://www.counter12.com/img-6d7wDw0z0Zz1WyaW-26.gif' border='0' alt='free web counter'></a><script type='text/javascript' sr

04.12.09

Foz do Kwanza

aquimetem, Falar disto e daquilo

 

          Seguindo em frente, pela mesma estrada, a cerca de uns 16km da portagem do Kwanza, deparamos á nossa direira com um desvio, que já teve trancão, cujo piso que também já foi excelente nos  conduz à sedutora Foz do Kwanza, paradisíaco parque de lazer, na margem direita da foz do maior rio genuinamente angolano.   

          Espaço envolvido por uma variada e exótica flora das zonas tropicais, a comuna de São João Baptista da Barra do Kwanza que já foi um dos mais concorridos e admirados espaços de  atracção turística mete dó passar hoje por lá e ver o desleixo em que se encontra.

          Este vídeo foi feito junto à moita de junco que se vê na foto inferir. E de costas para o que foi uma esplêndido restaurante, hoje em ruínas como numa segunda foto é mostrado.

           Lá ao fundo a caminho da barra, existe um restaurante para quem de jipe através de picada lá chegar.

  

        Para conhecer a Foz do Kwanza só havia que chegar aqui, aqui no interior da comuna de São João Baptista da Barra do Kwanza, onde grandes estruturas  hoteleiras foram montadas e sonhos de progresso e desenvolvimento jogados, com os resultados à vista... 

          O selo de garantia da minha passagem pela Foz do Kwanza. De regresso voltamos  em busca doutro destino, com um adeus à Barra, e uma paragem a meio do trajecto para visitar a casa de oração católica

            Exterior da igreja paroquial de São João da Baptista, da Barra do Kwanza. Sem comentários.

          Comentários para quê? Interior da igreja de São João Baptista, da Barra do Kwanza.

           Com paragem e lento andamento por causa do piso ao cabo de uns 18 minutos estávamos chegados à estrada que deixamos antes da portagem da  Ponte do Kwanza,  a  única portagem que neste momento se paga em Angola. Dista 72km da cidade de Luanda. Também com as estradas que por enquanto Angola tem, obrigar a pagar portagens era  como que sacar os "kwanzas" sem bazuca...

           Ponte que ali liga a província de Luanda com a província do Bengo. Eram 14h20, e a barriguinha a contar horas. Mas com maravilhas destas, nem a fome se faz sentir.  

          Da ponte, o rio visto para montante, já não muito longe da barra e para jusante fica a descrita Foz do Kwanza 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D