Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A pedido de Eusébio

por aquimetem, em 14.01.14

Maputo (25/01/1942) - Lisboa ( 05/01/2014)

          De seu nome completo Eusébio da Silva Ferreira, esta famosa figura do futebol mundial nasceu em Loureço Marques ( hoje Maputo) a 25 de Janeiro de 1942. Nasceu português e português quis morrer sem no entanto negar a sua origem moçambicana e amizade aos seus concidadãos. 

 

           Para além de futebolista notabilíssimo, o Eusébio, humanamente falando,  foi uma figura que deixou marca na vida social da cidade, pela humildade e prazer de conviver com todos que dele se aproximavam, sem olhar ao distintivo que cada um usava na lapela. A sua morte teve bem a prova disso. Ninguém ligado ao desporto ficou alheio à tristeza de ver partir o  "Pantera Negra". O desejo de antes de ser sepultado dar uma volta ao estádio do Clube onde se tornou famoso e ajudou a conquistar muitas vitórias, foi satisfeito e com muita dignidade e empenho, no dia do seu funeral, 6 de Janeiro. Parabéns ao Benfica. 

 

           A mais...., talvez, a descida do Estadio da Luz, onde decorreu o velório,  até aos paços do Concelho, só para se despedir.... dos autarcas municipais. Há muita forma de fazer política

           Após a deslocação pela baixa o corteja regressa agora ao Parque Marechal Teixeira Rebelo (mais conhecido por Largo da Luz), onde na igreja do Seminário foi celebrada missa de corpo presente. 

 

           Ao acto presidiu o franciscano Padre Melícias

          O Sr. Presidente da Republica e a esposa assistiram à eucaristia e no fim foram cumprimentar a família desse grande futebolista que muito honrou e deu fama a Portugal. Deste saudoso futebolista que chegou a Lisboa, nos finais dos anos 50, publiquei em em Tempo Caminhado", de 30 de Outubro de 2012, o que resultou de uma viagem que fiz a Maputo, e relatei"E não sendo eu, vermelho, mas azul, sempre tive pelo Eusébio da Silva Ferreira o maior apreço e admiração, não tivesse sido ele o Pantera Negra que tanto honrou Portugal e Moçambique, como dos vultos maiores do futebol mundial!!! Por isso é que concordo com o reparo, do jornalista Marcelino Panguana, quando em jornal de Moçambique comenta: “Sempre pensei que a casa do Eusébio fosse diferente de todas as outras casas de habitantes do Bairro da Mafalala, porque se tratava de um moçambicano cuja grandeza havia ultrapassado todas as fronteiras. Sempre pensei que a casa do Eusébio, ou se se preferir, a casa onde ele e mais os outros irmãos vieram ao mundo, tivesse essa importância que em outros lugares do mundo se outorga às casas onde nascem as grandes figuras nacionais". Mas, não! Era barraca e barraca continua.

           Foram decretados três dias de luto nacional e já há a garantia que Eusébio terá um cantinho no Panteão Nacional para perpetuar a sua memoria e fazer parte dos mais notáveis da Pátria de Camões. Do período de internacionalizações, vale recordar: 64 (16 como capitão). Estreia em Outubro de 1961, no Luxemburgo (2-4), último jogo em 1973, em Sófia, com a Bulgária (2-2). Marcou 41 golos, sendo o melhor marcador da Selecção de todos os tempos. Clubes que  representou : «Os Brasileiros», Sporting de Lourenço Marques, Benfica, Boston Tea Men (Estados Unidos), F.C. Monterrey (Monterrey), Beira Mar, Las Vegas Quicksilvers (Estados Unidos), União de Tomar e New Jersey Americans (Estados Unidos). Morra o homem, fique a fama

  

          Em tarde de muita chuva, o cortejo saiu já ao escurecer da igreja do seminário da Luz para, à luz artificial, ser sepultado no cemitério do Lumiar. O que teria sido evitado se não fossem as voltinhas pela baixa que certamente não foram a pedido de Eusébio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15


1 comentário

De slots machines grátis betclic a 27.01.2014 às 10:36

Foi uma homenagem sentida a uma das maiores figuras que Portugal conheceu. Que descanse em paz.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D