Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A D. Alzira Borges deixou-nos

por aquimetem, em 01.09.16

IMG_6860.JPG

Mondim, 25/11/ 1924 - Mondim, 31/08/2016
Faleceu hoje a saudosa mondinense D. Maria Alzira Teixeira Borges, de 91 ano, era viúva de José Teixeira de Matos e mãe da dinâmica Maria da Graça Borges de Matos, promotora e divulgadora dos transmontanos afectos aos meios culturais , mormente aos que têm as musas por atractivo . Figura muito estimada e respeitada, a D. Alzira depois de viver durante muitos anos na região de Lisboa, após enviuvar;  quis por fim passar o resto da sua existência terrena onde nasceu e quis morrer. Há cerca de um ano tornou-se hospeda do Lar da Misericórdia de Mondim de Basto, onde muito bem cuidada e acompanhada por familiares e amigos viveu feliz até que Deus a chamou para junto de si. O seu funeral realiza-se na próxima 6ª-ferira para o cemitério de M. de Basto, com missa de corpo presente. Aos seus 4 filhos e 2 filhas, em especial à Maria da Graça, os meus sentidos pêsames.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:15


7 comentários

De Anónimo a 07.09.2016 às 09:55

" Nossa Senhora voou com asas abençoadas".

Foram anos, tantas horas, da noite que se seguiu,
choramingava o ermita "Marota não disse nada.
Estaria triste a Senhora? Porque motivo partiu?"
Foram anos, tantas horas, da noite que se seguiu,
"Ladrões não foram, voou, que a porta estava trancada".


(Quando a Senhora fugiu).

De costa pereira a 08.09.2016 às 15:07

Partiu, mas deixou rasto e quando assim acontece somos eternos....

De Joaquim Luís Barros a 12.09.2016 às 10:15

Bom dia Sr. Eu pareço já ser talvez um fantasma, sombra, perturbação, para o Sr.. Mas, vai me desculpar o meu comportamento com o Sr. porque preciso da sua ajuda. Não me abandone ouça a minha Express. Contudo quero aqui dizer que eu sou desconhecido para vós mas, meu pai pode não ser desconhecido para vós. ele foi o Sr. António Simões de Barros, filho de Amílcar Simões de Barros e Rufina Chinossole.

De Joaquim Luís Barros a 12.09.2016 às 10:48

Se recebestes a mensagem, por favor responda-me!.

De costa pereira a 12.09.2016 às 14:36

Recebi a mensagem, mas não tenho resposta satisfatória já não disponho das informações que pede, mas o seu pedido está a circular no meu blog.

De Joaquim Luís Simões de Barros a 15.09.2016 às 03:24

Muito obrigado Sr. j.a.costa Pereira

De Anónimo a 20.01.2017 às 10:49

20/01/2017

"Já desce a neblina no Monte,
as folhas tombam no chão,
as águas soluçam nas fontes,
atulham-se as arcas de pão."

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D