Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




À frente de todas

por aquimetem, em 14.07.12

D. Álvaro foi recentemente declarado venerável .

          Há dias na nossa vida que marcam, e a ultima quarta-feira, dia 11, foi um deles para mim! Da parte de manhã, como é meu habito, entrei na igreja de São Domingos, e pelo ambiente notei que se estava a fazer os preparativos para dar inicio a um espectáculo musical. Não me enganei, era Knabenchor Hosel, um grupo coral alemão, que depois de na véspera ter actuado na Sé, veio repetir o êxito nesta igreja da baixa alfacinha.

  

          Da parte de tarde outro momento excelente que o dia me ofereceu foi tomar parte numa tertúlia com o Prelado do Opus Dei, que inesperadamente se deslocou a Portugal com o propósito de agradecer a Nossa Senhora de Fátima o recente reconhecimento das virtudes heróicas de D. Álvaro del Portillo por parte da Santa Sé. Já na sua carta mensal deste mês, o prelado, D.Javier Echevarria, comentava com os seus filhos e filhas no Opus Dei: “Todos nos enchemos de alegria e gratidão ao Senhor pelo reconhecimento das virtudes heroicas do queridíssimo D. Álvaro, tornado público pela Santa Sé no passado dia 28. A nossa alegria é grande, porque a Igreja, com este ato, reafirma novamente que o espírito do Opus Dei – que o primeiro sucessor do nosso Padre viveu com delicada fidelidade – é plenamente fiel ao Evangelho e, portanto, um caminho para converter todos os momentos e circunstâncias da vida em ocasião de amar a Deus e de servir o Reino de Jesus Cristo, como rezamos na oração para a devoção ao Venerável Servo de Deus”. E prosseguia, aconselhando: "Convido-vos uma vez mais a repetir: Grátias tibi, Deus, grátias tibi! Demos graças à Santíssima Trindade por este dom, o espírito do Opus Dei – antigo como o Evangelho e, como o Evangelho, novo  – do qual participam muitas outras pessoas que, sem terem vocação para a Obra, fazem parte, de certo modo, da nossa família sobrenatural: muitos dos nossos familiares e amigos e tantos outros que procuram aplicar, na vida corrente, o espírito que o nosso Padre recebeu de Deus".

         O pavilhão desportivo do Colégio Planalto, em Lisboa, foi pequeno para receber os muitos fieis e amigos da Obra que por inspiração divina São Josemaria Escrivá fundou em 2 de Outubro de 1928. A receber o Prelado e seus custódios, além do Vigário Regional do Opus Dei em Portugal, Mons. José Rafael Espírito Santo, também o director do colégio, Dr.António Sarmento, lhe fizeram companhia na tribuna.

         As 500 cadeiras inicialmente previstas para a familiar tertúlia foram em poucos minutos ocupadas e não demorou a ser necessário recorrer a muitas mais. Quando às 19.00h, o Padre entrou no pavilhão não havia espaço vazio na sala e saber quantos os participantes pelo número de cadeiras não se chega lá. Muita gente que de perto e longe se deslocou ali para ver, ouvir e aprender com D.Javier a ser mais Opus Dei e consequentemente melhor cristão e cidadão responsável, em busca da santidade.  

          Caras que já há muito não via, calhei de ver ali, vindas do Porto, de Vila Real de Santo António, de Évora e sei lá donde mais. E o curioso disto é que não foi preciso o espalhafato da comunicação social para fazer constar este evento. Um simples telefonema, na véspera, bastou para um amigo avisar outro e logo quem pode deixou tudo, porque as coisas de Deus devem estar à frente de todas. Assim, ensinava São Josemaria, ensinou D.Álvaro, e da boca de D. Javier, ouvimos repetir o mesmo neste tertúlia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:06


3 comentários

De Madalena a 15.07.2012 às 20:53

Tem mais fotografias?

De aquimetem a 16.07.2012 às 19:08

Obrigado pela visita. Só tenho mais uma duas ou três, mas muito semelhantes.

De mariadimas a 12.08.2012 às 10:03

Só tenho a agradecer a vinda do Padre a Portugal, nesta altura tão necessária à nossas vidas. Dá-nos alento!
Caso V. Exa. ache por bem enviar-me mais fotos dos dois dias que o Padre esteve em Lisboa e, que desde já fico muito grata.

Respeitosos cumprimentos

M

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D