Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tâmega e seus afluentes!

por aquimetem, em 01.02.10

          Este foi o grupo que em Maio de 2009 deu sentido e objectividade a mais um " Cantar, Contar e Pintar Mondim", o 2º desse titulo, levado a efeito por iniciativa da Junta de Freguesia de Mondim e desta vez consagrado aos três rios principais que banham  terras de Mondim de Basto: Cabril, Olo e Tâmega.

           Da importância desses decantados cursos de água que ao longo dos séculos têm sido fonte de economia e riqueza das populações daquele  concelho, se ocuparam: Costa Pereira,  que dissertou sobre o Cabril; o Dr. José Faria, realçou o Ôlo, e Luis Jalles de Oliveira, destacou o Tâmega. Deste evento os interessados podem ver mais  em  post de 5 de Maio passado no blog http://aquimentem2.blogs.sapo.pt = Ao Sabor do tempo. Isto porque em época de manigâncias políticas quem tenha que lhes fazer frente não pode ficar pasmado.

          E é isso mesmo que tem feito e faz o Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega  que agora mesmo acaba de acusar o executivo do 1º Ministro de mais uma das suas habituais  manigâncias politiqueiras aqui ao "ter recebido cerca de mil milhões de euros em 2008, quando ainda não estava decidido segundo os tramites normais a viabilidade de parte do plano. Este expediente permitiu ao executivo, de forma habilidosa, cumprir os limites estabelecidos pela União Europeia para o défice orçamental".  Como exemplo deu a "construão da barragem de Fridão no rio Tãmega, acusando o executivo de já ter recebido cerca de noventa milhões de euros, quando o "Estudo de Impacto Ambiental" (EIA) ainda está em discussão até ao próximo dia 15 de Fevereiro".

          Alerta também o deputado Altino Bessa, natrural da região de Basto, "para os prejuizos que a construção da Barragem de Fridão, sem os devidos estudos, possam trazer para as populações locais e para o desenvolvimento dos concelhos ribeirinhos".  Não vão em manigâncias politiqueiras, conservem a riqueza natural  com que foram favorecidos pelo Criador, sabendo aproveitar com engenho e arte as sua potencialidades. Não à barragem de Fridão, não à manigância dos inimigos do Tâmega e seus afluentes! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:36


6 comentários

De mg a 01.02.2010 às 13:54

Só para dizer que estou com o Sr.Costa Pereira, de corpo e alma pelo "NÃO" às manobras politiqueiras e "Não" à Barragem de Fridão.
Esta eloquente fotografia, com tão distintas personagens, ilustra bem o que este Post quer dizer!

De aquimetem a 01.02.2010 às 19:15

Bem! Que a fotografia pretende retratar o que a Mg . pensa e eu procurei expressar não há dúvida. Só que não posso garantir se todas as "tão distintas personagens" estarão em sintonia connosco. Sabe que até na "Mesa dos Apóstolos " apareceu quem atraiçoasse e negasse o Filho de Deus. Políticos feitos à pressa e candidatos a tachos nunca se sabe para que lado tombam, na hora da isca ser lançada ao rio... Oxalá os mondinenses não vão, desta vez, em manigâncias e possam continuar a pescar no Olo , moer no Cabril e tomar banho no "salta carneiros". Não à barragem de Fridão .

De mg a 02.02.2010 às 00:04

Era um bem muito grande que as pessoas não vissem nas barragens só o tal progresso que todos apregoam sem terem bem a noção de o que isso é realmente...
É que as barragens quase sempre são : estagnação e túmulos de muitas coisa belas e de muitos tipos de vidas.As barragens são deprimentes; poucas são as que dão beleza à paisagem.

De aquimetem a 02.02.2010 às 03:20

Disse muito bem, estagnação e túmulos de muitas coisas belas e muitos tipos de vidas" !. Oxalá o bom senso impere na cabeça de certos mondinenses que se habituaram a decidir e a ludibriar o povo a seu bel-prazer e abrindo os olhos digam não à barragem de Fridão que a ir avante destrói a magia do Tâmega e o encanto paisagístico de Mondim e de toda região de Basto. Que o mcdtex seja uma força contra a maré

De mg a 02.02.2010 às 09:00

Mas eu estou a ver que ainda há-de ser a porcaria do Sócrates a decidir se se faz a barragem em Mondim ou não!Vai ver! este estupor inda há-de mandar matar gente... Deixam este gajo fazer o que quer e ninguêm se lhe põe à frente.
O atrevimento dele a querer calar o Mário Crespo, como se ele tivessem a classe do Mário Crespo...E o Dr.Medina Carreira, também que se cuide, da maneira que é este bicho: CUIDADO!!

De aquimetem a 02.02.2010 às 13:02

Mas os que votam nele e nos apoiantes dele é que são os culpados. E o concelho de Mondim não fica isento de culpa, pois deu a perceber que tem muitos afeiçoados aos ideais do Sócrrates . Mau gosto! Será por isso que querem transformar o Tâmega em reserva de mosquitos e meco da região de Basto? Que os verdadeiros amigos de Mondim não vão em manigancias.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D