Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dia do trabalhador

por aquimetem, em 01.05.08

          O Dia do Trabalhador passou a festejar-se depois da sua origem em Chicago ( Estados Unidos), fruto de uma manifestação de rua, por parte de milhares de trabalhadores, contra as condições de trabalho desumano então existentes, no dia 1º de Maio de 1886.

          Em Portugal, só a partir do 1974 é que se passou a poder festejar livremente o Primeiro de Maio. Antes dessa data, nem no tempo da  primeira república....

          A Igreja que desde tempos antigos  se acostumou  a "baptizar" as festas pagãs - como se lê  no Portal Angels e no blog guardeafe (Google) -, dotando, com a maior liberdade, datas e cerimónias para lhes dar sentido cristão completamente novo, foi inspirando-se nessa antiga tradição que veio a colocar a festa civil do "dia do trabalhador" sob o poderoso patrocínio de São José, humilde operário escolhido por Deus para ser o guarda da infância do Verbo incarnado.   O que quer dizer que a Igreja celebra dois dias festivos para São José: o 19 de Março para José marido de Maria e o 1º de Maio para  José o Trabalhador.  

          Em homenagem aos "heróis" de Chicago, em 1889 foi criado em Paris, o Dia Mundial de Trabalho, que passou a  festeja-se mundialmente  no dia 1º de Maio. Que depois de 1974 passou também a ser festejado e dia feriado em Portugal.

          Este ano vou festejar o dia numa aldeia leiriense, onde São José Operário não tem a mesma popularidade que Santo Aleixo, mas eu como seu devoto vou incomodá-lo pedindo que neste dia interceda por mim e por todos os trabalhadores do mundo inteiro. Sou universalista!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00


1 comentário

De jts a 02.05.2008 às 21:43

Caro Costa Pereira, finalmente tenho um minuto para conversar consigo.Quero dizer-lhe antes de mais, que o nosso evento teve um êxito estrondoso.
Contar,Cantar e Pintar Mondim, reuniu nos cinco dias de expisição várias centenas de pessoas que poderam admirar a arte e o labor dos Mondinenses.
Encontraram-se amigos que já se não viam - imagine - há mais de 40 anos. Foi uma verdadeira festa.Tive pena que o meu amigo aqui não pudesse ter estado... ficará para outra ocasião. As sua obras estiveram expostas em conjunto com todas as obras de literatura Mondinense e foram muito apreciadas, especialmente as "Ferrarias".
Quero ver se arranjo mais algum tempo para dialogarmos sobre outros assuntos de interesse para o nosso concelho.
Um abraço e até breve, Teixeira da Silva

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D