Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Só de socialistas

por aquimetem, em 24.04.07

   

  Boris Ieltsin                         

                            Já falei e divulguei muito do que vi e senti à volta do 25 de Abril, não estou por isso disposto a repetir-me ou adiantar mais nada por agora. Dos intervenientes que tive por amigos muito respeitados, quero aqui recordar em véspera do histórico aniversário, o Tenente-General Franco Charais, o Coronel Jaime Neves e o Tenente-General  Manuel Monge, figuras com quem de perto tive contactos e travei amizade.

                          A política a mim nunca me seduziu,  como também não a actividade de comerciante por conta própria, nasci  para ser dirigido e não dirigente e sempre até hoje me dei bem com isso. Amigo do meu amigo independentemente da actividade, modo de estar ou actuar em  sociedade nunca criei nem me foi criado obstáculo algum contrário à minha cidadania. Salvo quando ainda muito novato se me deu para tomar partido pelo General Humberto Delegado. Aí tive à perna alguém que me repreendeu e aconselhou a não abrir as asas demasiado. Foi um aviso providencial pois a partir daí passei a ser um observador descomprometido, a ponto de nem mesmo com tantos amigos revolucionários me ter deixado influenciar com as promessas do 25 de Abril que realmente trouxe  a liberdade a quem dela sabe usar, mas ainda mais àqueles que dela abusam e tornaram este País num pântano recheado de piranhas e de sangue-sugas, faltou-me dizer.                        

                        Por isso em véspera da madrugada de Abril,  optei este ano por antes prestar aqui a minha sentida homenagem a Boris Ieltsin, o homem que a seu tempo, na condição de Presidente da RÚSSIA, deu a machadada fatal no Comunismo Soviético e amanhã, dia 25 de Abril, vai a sepultar em Moscovo, com apenas 76 anos de idade. Nasceu a 1 de Fevereiro de 1931 e faleceu a 23 de Abril de 2007.  Que repouse em paz.

                         E ainda há quem em Portugal acredite no comunismo ! Só de socialistas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41


1 comentário

De Arte por um Canudo a 25.04.2007 às 01:28

Deixo aqui um abraço de solidariedade pela liberdade (respeito todas as convicções) independentemente de se gostar ou não. Boris Ieltesin tem o seu lugar na história como um lutador pela liberdade.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D