Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um 2º, como se 1º fosse!!!

por aquimetem, em 30.04.06

     Este domingo a luta  pela conquista de um  lugar cimeiro na Liga,  apenas se resume à defesa que o Sporting tem de fazer dos seus  dois pontos de vantagem  sobre  o Benfica; assim como ao Benfica  ganhar  para se no caso do Sporting perder, ser 2º em vez de 3º, que será o que tem de mais certo! Se ambos ganharem a festa para um ou outro vai ficar adiada para o próximo domingo, com um Sporting - Braga e um Paços de Ferreira-Benfica. Campeão é já o FC do Porto, desde domingo passado; como também desde ontem,a equipa treinada pelo português  Mourinho pela segunda vez consecutiva se consagrou campeã da liga inglesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:18


Aguda, em Figueiró dos Vinhos.

por aquimetem, em 27.04.06

     "Quem não sabe é como quem não vê", diz, com razão, o nosso povo. E pior ainda se quem não sabe com profundidade dum assunto, tem a ousadia  de se lançar a tratar dele, sem antes o estudar, porque assim sendo  corre o risco de asneirar e de cair no ridículo. Não terá sido o que sucedeu comigo quando em post recente publicado em aocorrerdapena trouxe à baila o culto a NS da Graça, em Torre de Vale de Todos? Digo isto porque ao folhear esta manhã o Anuário Católico, numa  paróquia de Lisboa,  dei conta que a  diocese de Coimbra no arciprestado de Ansião e Cinco Vilas, além de Torre de Vale de Todos, em Ansião, também em Aguda, tem  como padroeira  da freguesia, NS da Graça. Qual será a mais antiga e mais festejada  na região, a que está mais perto de Alvorge ou a mais próxima de  Chão de Couce ? Bem gostava de saber. 

-------------

PS

A freguesia e paróquia de NS da Graça de Aguda  é do concelho de Figueiró dos Vinhos, pertence ao número das antigas vilas a que se refere o arciprestado de Ansião.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45


O 25 de Abril

por aquimetem, em 25.04.06

     Fez hoje, por volta das 6h30, precisamente 32 anos que descendo a Calçada da Ajuda, vindo do lado da igreja da Memória,  logo passando a porta de armas do então Regimento de Cavalaria 7,  fui surpreendido com a voz forte do coronel  Rameiras, comandante daquela Unidade,  a ordenar a saída para a rua dos blindados daquela prestigiada unidade militar. Àquela hora ainda não se via  ninguém a circular nos passeios, apenas eu e só porque nesse dia me tinha comprometido ir a Santa Apolónia esperar um conterrâneo que vindo do norte ficou de ali chegar entre as 8 e as 9h00. O coronel Rameiras era meu conhecido, mas nem por isso deixou de me intimar a parar e a dizer o porquê da minha presença ali àquela hora do dia .Lá me expliquei e ele condescendente deixou-me passar. De pouco  valeu a sua  gentileza, pois chegado à paragem dos  eléctricos, em frente ao Museu dos Coches, vi um parado na linha e assim se manteve ali durante toda a manhã.   Entretanto os blindados partiram pela Avenida da Índia em direcção ao Terreiro do Paço ( Praça do Comercio) e eu  já sem  poder deslocar-me a Santa Apolónia, acabei por ali me demorar e ficar a saber, pela boca  dum padeiro da zona, que estava na rua uma revolução de  jovens militares (os Capitães de Abril) . E soube dias depois pelo próprio me ter  contado  que só não houve um derramamento de sangue nesse dia, graças ao ter ponderado e não ter mandado fazer  fogo.  Dos  revolucionários só  ao Marechal Costa Gomes é que o coronel Rameiras nunca perdoou, devida à  falta de confiança que na altura teve para com ele.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:49


Um ano depois, com Bento XVI

por aquimetem, em 19.04.06

     Hoje fui a uma igreja da baixa alfacinha para assistir a uma celebração eucarística. Era dia do 1º aniversário em que o Cardeal Joseph Raizinger foi eleito  para ocupar a Cadeira de São Pedro.  Não me recordo dos termos em que o piedoso celebrante se pronunciou à volta do evento porque entretanto  fez questão de também lembrar um facto histórico que nesta data ocorreu  em Lisboa, há precisamente 500 anos. Facto esse , refira-se, que por  deveras monstruoso, ainda que fruto da ignorância de então, nos envergonha como cristãos: o bárbaro massacre de centenas de Judeus. O homem é capaz de tudo e sem Deus no coração vai sempre longe de mais... Mas é do cardeal Raizinger como Bispo de Roma,  que continuo a falar: natural de Marktl am Inn, diocese de Passau (Alemanha) , o Papa Bento XVI, nasceu  a 16 de Abril de 1927 e nesse mesmo dia (um Sábado Santo)  foi baptizado. Ordenado sacerdote a 29 de Junho de 1951, até por aqui parece que São Pedro já estava a pensar nele. O Papa Paulo VI nomeou-o Arcebispo de Muncheu e Freiring, tendo recebido a sagração episcopal a 28 de Maio de 1977. Foi eleito Papa a 19 de Abril de 2005 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:06


Viver à custa dos papalvos

por aquimetem, em 17.04.06

     Só quem lida com  as reses lhe conhece  as manhas. Isto a-propósito da noticia que li hoje, em jornal da minha região, acerca de Vilarinho, uma simpática aldeia que nasceu à volta de São Pedro de Vilar "das ferrarias" e faz parte integrante dessa remota paróquia e freguesia de Vilar de Ferreiros, concelho de Mondim de Basto, distrito e diocese de Vila Real. Aborda a questão que levou um grupo de emigrantes falhados daquela pacifica localidade a tentar de volta à terra, arranjar ali um tachinho com  a promessa à população jovem de que neste ano em curso, Vilarinho seria tornado freguesia, pois para isso até se fizeram socialistas. Só que socialistas à moda de Canas... já não enganam ninguém, pese o labor da máquina  local que arrasta toda esta luta de interesses obscuros. Então se freguesias como  Bilhó, Campanhó, Paradança   e Pardelhas  estão sujeitas a desaparecer por terem menos de mil habitantes, a que titulo se ia agora criar a freguesia  de Vilarinho, que nem tantos tem e fica a dois passos  da sede de freguesia:  Vilar de Ferreiros? Deixem-se de brincadeiras e de tentar viver à custa dos papalvos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:52


De moleiro a pastor

por aquimetem, em 13.04.06

     Foi moleiro e sacristão na sua aldeia. Depois tentou ser construtor civil, mas neste negócio os ignorantes não vingam. Optou então por ser pastor na seita de Jeová. Aqui sim, entrou com o pé direito, pois vai morrer bispo, já velhinho! Isto se entretanto  não vier o arrependimento, como foi com São Pedro, e ao contrário de Judas decida morrer cristão. Não vou desvendar o nome, apenas digo que se trata de mais um dos muitos que fazem parte  da lista dos que por ignorância ou oportunismo se metem no negócio fácil de em nome de Deus enganar e confundir as consciências mal formadas. Aquelas para quem um romance comercial como o Código Da   Vinci já serve para fundamentar um conhecimento de Jesus Cristo e da sua Igreja. Este é o último post desde quinta-feira santa até à próxima semana. Que bom poder viajar livremente ! Santa Pascoa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:16


Uma réplica do palácio de Versalhes

por aquimetem, em 11.04.06

      Fui visitar os companheiros de trabalho que há uns três anos deixei por aposentação. Foi a segunda vez que depois de aposentado entrei naquele histórico quartel da zona de Campo de Ourique e cuja arquitectura ao que se consta foi encomendada ao gosto do Conde de Lippe como de resto a parada, ao jeito do palácio de Versalhes e rica em azulejo, parece disso dar evidente testemunho. É monumento de interesse público que  por dentro poucos lisboetas conhecem, e no entanto  faz parte da história da cidade e em particular da  história   militar  Portuguesa.  Lá fui ver nas paredes  da  chamada sala de sargentos as figuras alusivas  às tradicionais 11 províncias de Portugal  continental que o saudoso bracarense Sebastião Pinto da Silva ali pintou, em 1948, quando soldado em  Sapadores dos Caminhos de Ferro.  Por lá tem passado muita gente boa e alguma menos boa do que outra, mas eu pelas amizades que lá deixei e encontrei não devo ter sido dos piores...  para os Santos com B. atrás talvez sim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:28

     Sabendo que o desprendimento é uma virtude que se deve cultivar, decidi neste final de Quaresma ir às gavetas e prateleiras do meu compartimento de trabalho e sem dó nem piedade fazer uma monda nos jornais e revistas que ali fui acumulando e que ao fim e ao cabo só às traças faziam falta. O adágio "tem mais olhos que barriga" assenta muito bem aqui. Noticias que na ocosião nos despertaram interesse, mas que nunca mais foram lidas, foram para o lixo, como a que publicada, em 2 de Novembro de 2000, num jornal de Vila Real, guardei e agora com certa pena deitei fora. Tinha como titulo,  " A Irreverência dos seus vizinhos de Canas..." , e começava deste modo: "Andei este ano pelas antigas "terras" de SENHORIM e de AZURARA da BEIRA, que o mesmo é dizer pelos actuais  concelhos de  Nelas e Manggualde (...) Paredes meias com a sede de concelho(Nelas), Senhorim é uma freguesia de povoamento dispperso e tipicamente rural, semelhante em tudo às demais  aldeias dessa zona ágro-pecuária das redondezas da serra da Estrela."- Isto para também lembrar que foi esta remota freguesia que deu origem à vila de Nelas e o determinativo à freguesia de Canas de Senhorim.    

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:59


Um post que não ficou registado

por aquimetem, em 07.04.06

     Também merece um post !!! Ontem, ou melhor dito já hoje de madrugada, lancei-me na feitura do post que tinha determinado fazer, porém quando fui a publicar verifiquei que tinha desaparecido. Falha técnica ou Inexperiência minha? Vou demorar menos tempo a escrever os posts ao correr da pena, para ver se o defeito foi disso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 09:11


Um bairro pedagógico

por aquimetem, em 04.04.06

     Quando em meados da década de 60, do século passado, nos arrabaldes de Lisboa (São Lourenço de Carnide), visitei pela primeira vez, o Bairro do Padre Cruz, esta  modesta, mas muito harmoniosa urbanização social tinha acabado há poucos anos  de  ser concluida. Embora pouco espaçosas e sem  quarto de banho estas individuais moradias dum só rés-do-chão, eram um luxo para quem naquela altura as adquiriu, e ainda hoje a maioria de quem  nelas habita as não troca por nenhum andar em moderno prédio horizontal. Não gostaria de trocar! Mas ao que parece a zona típica do  Bº.Padre Cruz está mesmo condenada a uma cirurgia plástica, ou melhor dito, a uma forte injecção de tijolo e cimento armado. A Câmara Municipal de Lisboa, apadrinhada pela Junta de Freguesia de Carnide já decidiu avançar com um processo de requalificação do bairro, estando já prometido para finais deste mês, a abertura de um Gabinete de Reconversão, no respectivo local. Isto para dizer: que quando os profissionais da política entendem que o cidadão vulgar não tem querer, de pouco vale a vontade das minorias... Daí a opinião de quem ali vive quer há 13,18,23,42 ou 44 anos de nada ou pouco valer em defesa de um bairro que para identificação das suas ruas foi aos rios de Portugal, e seus afluentes, buscar a curiosa toponímia.Que ao menos em jeito de ligação do passado com o presente, este género de pedagógica toponímia se mantenha na zona a reconverter. Nas ruas ou nos futuros blocos de cimento

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:57

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D