Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Como se gasta a matar.

por aquimetem, em 06.01.07

          Em atenção a dois visitantes deste blog, que me pediram para o fazer, vou transcrever na integra o que acerca do aborto, vem publicado na edição do Metro do passado dia 4. Ora aí vai:

           <Referendo vai custar dez milhões de euros/ Tempos de antena sobre o aborto valem 40 por cento do orçamento eleitoral

           O Referendo à depenalização da interrupção voluntáriia da gravidez , a realizar no próximo dia 11 de Fevereiro, vai custar cerca de dez milhões de euros , revelou ontem Jorge Miguéis, director do secretariado Técnico dos Assuntos Para o Processo Eleitoral (STAPE).

          "Este é um valor indicativo  e é normal num acto eleitoral deste tipo. Se pudermos gastar menos, gastamos", disse o mesmo responsável à agência Lusa.

          Quatro milhões de euros deverão ser gastos no pagamento aos membros das mesas de voto e outro tanto será destinado a suprir as despesas com os vários  tempos de antenas dos movimentos cívicos e dos partidos políticos, a favor ou contra, que vão participar no referendo, acrescentou ainda Jorge Miguéis.

Pagamento aos cidadões

          A fatia de orçamento destinada aos cidadãos que compõem as mesas de voto é significcativa  e justifica-se pelas dificuldades crescentes do STAPE em encontrar o número suficiente de pessoas para todas  as assembleias de voto.

          De acordo com a Lei Orgânica do Regime do Referendo  -  e depois dos muitos problemas na  constituição  de mesas nas consultas realizadas em 1998  (versaram o aborto e a regionalização)  -  cada membro destes organismos, que funcionam apenas no dia do escrutínio, tem direito a receber do Estado 71,65 euros.

          O STAPE prevê igualmente que os restantes dois milhões de euros serão gastos noutro tipo de despesas, como por exemplo a impressão dos boletins de voto.

           Convocada pelo Presidente da Republica, Cavaco Silva, no passado dia 29 de Novembro, a segunda consulta sobre a despenalização do aborto tem campanha eleitoral marcada entre os dias 30 de Janeiro e 9 de Fevereiro. Metro.> - Neste lapso vamos ter ocasião de ver também quem é a favor ou contra no processo Casa Pia...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:52


2 comentários

De guiga a 08.01.2007 às 11:01

Acho que não podemos ver as coisas desta forma!
Se vai custar muito dinheiro, que custe, mas pelo menos que a vontade dos portugueses fique garantida de uma vez por todas!

Se os portugueses se queixam, que poupem no natal, nos saldos, que definam prioridades. Cada um tem de fazer o seu esforço. Eu tb adorava passar férias fora do país, mas se não posso fico mesmo por cá! Não se podem dar passos maiores do que as pernas!

bom início de semana!*.*

De anónima a 12.04.2007 às 19:20

não percebo porque hei-de poupar no Natal ou noutroacoisa qualquer para outros destruírem a vida que geraram. Só poupa em defesa... dos indefesos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D